É possível sacar o dinheiro do FGTS de contas inativas antes da data prevista

Até o mês de julho 30 milhões de brasileiros terão direito a sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em alguns casos será possível receber este dinheiro antes da data prevista no calendário da Caixa, mas só será possível ter acesso ao dinheiro antes da data prevista se for através de empréstimos bancários.

Neste momento já é possível pessoas que nasceram no mês de janeiro e fevereiro realizar o saque do FGTS de contas inativas, pessoas nascidas nos meses restantes terão que sacar nos próximos meses tendo até quatro meses para sacar o dinheiro. Segundo o calendário, podemos citar o exemplo das pessoas nascidas em julho que só receberão em maio.

Há bancos que já anunciaram a possibilidade de antecipar o pagamento. A antecipação significa na verdade uma operação de crédito, um empréstimo propriamente dito que terá juros referente a um empréstimo normalmente cobrado pelos bancos. É importante avaliar bem, ou seja, com tudo que isso significa, as condições que serão oferecidas ao começar pela taxa de juros.

As taxas já divulgadas variam de 2,5% a 4,6% ao mês. Segundo o professor de Economia da Universidade Mackenzie, Pedro Raffy Vartanian, alguns exemplos de cálculos podem ser mostrados para deixar mais claro:

Quem tem R$ 1000,00 e só poderia sacar em abril, pagaria em juros de R$ 25,00 a R$ 46,00 para receber neste mês. Os cidadãos nascidos em dezembro e que tem data prevista para o recebimento do dinheiro programado para julho, deixariam no mínimo de R$ 110,00 a R$ 196,00 no banco.

Além da taxa de juros, é sempre importante lembrar que a operação de crédito envolve pagamento de Impostos Sobre Operações Financeiras (IOF), e existe a possibilidade ainda de o banco cobrar taxas adicionais, como por exemplo, uma taxa de cadastro” explica o professor.

A antecipação só é realmente indicada pra que tem certas dívidas: “se eu tenho uma dívida com uma taxa de juros alta, eu posso antecipar o FGTS, desde que a taxa seja menor do que a taxa da dívida e quitar essa dívida” afirma o professor.

Um outro exemplo, são de pessoas como Paula Pivatto, DJ profissional, ela trabalha com música em eventos e precisava investir em equipamentos a curto prazo. Como ela é nascida em dezembro, só terá o saque do dinheiro do FGTS em julho, a solução foi pegar este dinheiro emprestado com um amigo que não cobrará juros de Paula.

O valor que eu preciso pagar a ele é só uma parte do dinheiro que eu vou receber do FGTS, então o restante do dinheiro eu ainda vou comprar mais equipamento, eu quero melhorar” diz Paula.

Solução ou não, o ideal é ponderar com calma e com base no orçamento familiar o rumo para o dinheiro que já se encontra disponível nas agências da Caixa. A estimativa é de R$ 30 bilhões sendo injetados na economia.

 

Veja também: FGTS não está depositado corretamente na conta de 7 milhões de pessoas.